Pornografia e E.P - Minha experiência

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Luiz. em Seg Ago 01, 2016 8:23 pm

Uma coisa é você combater a excessiva sensibilidade da glande para durar mais, a outra é controlar sua própria excitação, o que pode disparar o processo ejaculatório.
Fiquei muito tempo sem ver pornografia e, quando voltei a ver, foi ejaculação precoce na certa. Eu não sei se uma exposição maior a pornografia adiantaria pra "tirar a sensibilidade do cérebro" ou diminuir a excitação. O que é dito em sites pela internet é que se recomenda a suspensão do consumo da pornografia... E, realmente, sem a pornografia, a masturbação dura muito mais, mesmo se você só imaginar as cenas de um filme porno ou do que você já viveu - o estimulo visual é muito forte. Às vezes, penso que meu problema não é ter conseguido arrumar uma namorada, e assim ter uma vida sexual regular... Lembro-me da minha ultima tentativa de namoro em que tive transas bem-sucedidas, isto depois de ter "errado" muito com ela... Algumas indagações: O sexo real e a pornografia se equivalem? Quais os fatores pesam pra melhor ou pra pior quando se tem uma parceira, o que se diferencia da pornografia?
Gostaria de saber a opinião de quem tem E.P e está num relacionamento estável... Não há alguma vitória ou vantagem em quem é solteiro e tem E.P?

Luiz.

Mensagens : 362
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Luiz. em Ter Ago 02, 2016 2:01 am

Achei este texto bacana.... Antes eu ejaculava rápido até na masturbação sozinho. Mesmo sem recorrer a pornografia. Tive uma evolução neste sentido. Porém, depois de recorrer a pornografia e de também ler o texto abaixo eu posso falar que ainda tenho a E.P... Fico na dúvida se a ejaculação precoce é primária ou secundária, pois eu já consegui, pelo menos algumas poucas vezes na vida - na verdade, quando tive mulher e foi por pouco tempo -, algumas relações sexuais satisfatórias... Fica realmente a dúvida se a pornografia causa a E.P ou não... Se nossos cérebros realmente se condicionam ao alto grau de excitabilidade nos fazendo ejacular rápido no sexo real ou se o porno nada mais é do que um desafio que teremos que superar, no sentido de tentar um controle da excitação e ejaculação quando o assistimos, ou seja, equivalente ao desafio do sexo real... De qualquer maneira, pelas minhas poucas leituras, eu sei que quanto mais relações sexuais reais podem ajudar quem tem E.P...

http://sexologiajf.com.br/informativo/ejaculacao-precoce

Luiz.

Mensagens : 362
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Novo Broxa em Ter Ago 02, 2016 5:57 pm

Luiz. escreveu:Uma coisa é você combater a excessiva sensibilidade da glande para durar mais, a outra é controlar sua própria excitação, o que pode disparar o processo ejaculatório.
Fiquei muito tempo sem ver pornografia e, quando voltei a ver, foi ejaculação precoce na certa. Eu não sei se uma exposição maior a pornografia adiantaria pra "tirar a sensibilidade do cérebro" ou diminuir a excitação. O que é dito em sites pela internet é que se recomenda a suspensão do consumo da pornografia... E, realmente, sem a pornografia, a masturbação dura muito mais, mesmo se você só imaginar as cenas de um filme porno ou do que você já viveu - o estimulo visual é muito forte. Às vezes, penso que meu problema não é ter conseguido arrumar uma namorada, e assim ter uma vida sexual regular... Lembro-me da minha ultima tentativa de namoro em que tive transas bem-sucedidas, isto depois de ter "errado" muito com ela... Algumas indagações: O sexo real e a pornografia se equivalem? Quais os fatores pesam pra melhor ou pra pior quando se tem uma parceira, o que se diferencia da pornografia?
Gostaria de saber a opinião de quem tem E.P e está num relacionamento estável... Não há alguma vitória ou vantagem em quem é solteiro e tem E.P?


Na minha opinião, o fato de ter uma parceira fixa é bem melhor, digo isso no meu caso, que sou casado e sofro de ep, mas estou levando uma vida sexual bacana, utiliza 2 comprimidos de paroxetina 20mg por semana, por exemplo: no final de semana sempre tem sexo, então na quinta e sexta eu já tomo os comprimidos, é só alegria, percebo tbm que quando não tomo a paroxetina a transa dura menos, mas não é coisa de 1 minuto, e sim de 7 minutos, o que pra min é o ideal. Percebi que se eu transar na quarta, a próxima transa do dia seguinte durará mais tempo.
Mas ai os caras vão dizer: "Ah com remédio é fácil", mas eu me adaptei com a medicação, tomo 2 vezes por semana, porque se eu tomar todo dia perco a libido, e sou feliz, nunca tentei tirar a medicação, porque tenho medo de que a ep volte mais forte, e da forma que está pra min está ótimo, e se eu não tivesse minha parceira?, Não acredito na cura da ep, mas depois que eu me casei e tive a vida sexual mais agitada (sexo dia sim/dia não) fui me adaptando e percebo que com o passar do tempo eu esqueça a ep definitivamente, meu medico disse que isso vai passar com o tempo.
Tive medo da paroxetina fazer mal ao figado, perguntei ao medico, e ele me disse que a diferença entre o veneno e o remédio é a dosagem e que posso tomar paroxetina a vida toda.
obs: tenho certeza que a minha ep foi causada por pornografia, era viciado em porno e masturbação, depois que comecei a namorar larguei disso obviamente, e de lá pra cá as coisas só melhoraram.

Novo Broxa

Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Luiz. em Ter Ago 02, 2016 7:30 pm

Era este tipo de depoimento que esperava ler. Eu também larguei a pornografia faz um tempo. Se para alguns serve para apimentar a relação, pra outros (nós) é só fonte de hiper excitação... São pensamentos e imagens que disparam a nossa ejaculação, quase que não se precisa de estímulos mecânicos pra ela vir. É algo totalmente da nossa cabeça...
Eu estou numa fase difícil: sozinho e com a medicação que eu tomo pra meu transtorno psiquiátrico afetando não somente ajudando no atraso da ejaculação, mas, infelizmente, piorando minha libido e ereção. Estou agora me consultando com um urologista especialista em ereção e tomando diariamente o Cialis ou tadalafila... Eu suspeito também que a falta de masturbação, aquela em que você deve manter a ereção o máximo possível, e atividade sexual tenha contribuído para meu quadro atual. Voltarei a fazer exercícios físicos regularmente também... Vou torcer para que eu não precise exclusivamente de injeções intra cavernosas para ter um sexo decente... Quero arrumar uma parceira que me compreenda, mas para isto eu tenho que ter mais auto-estima também... Eu não sei porque a minha vida sexual é tão difícil e e cheia de privação... Tudo seria mais fácil, sem E.P, bipolaridade e remédios... Como um fator prejudica tanto a vida de alguém... Mas é a vida, faz parte do drama que é viver.... Vamos jogar com o que temos...

Luiz.

Mensagens : 362
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Novo Broxa em Ter Ago 16, 2016 8:28 pm

http://www.bbcbrasil.com/portuguese/geral-37087394

Por ai na internet, achei está matéria pra conhecimento.

Novo Broxa

Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

vicio

Mensagem por CAFSTO em Seg Ago 22, 2016 7:39 pm

faz mais de 20 anos que sou viciado em pornografia.

já fiz o tal do reebot de ficar 90 dias sem porn, mas melhorou nada minha vida, então acabei recaindo novamente e voltei para o vicio

o vicio não atrapalha muito minha vida, ao contrário, pq sem pornografia, acabo gastando muito dinheiro com garotas de programa. A esposa não me dá, nem de perto, a frequencia sexual q meu pinto pede. Então acabo caindo nesta merda. Não afirmaria que o vicio resultou em EP, pode ser, mas não acredito. Agora, realmente, saudavel não deve ser, deve fazer um pouco ruim p cabeça mesmo
avatar
CAFSTO

Mensagens : 44
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por robertoalves23 em Ter Ago 23, 2016 1:24 pm

CAFSTO escreveu:faz mais de 20 anos que sou viciado em pornografia.

já fiz o tal do reebot de ficar 90 dias sem porn, mas melhorou nada minha vida, então acabei recaindo novamente e voltei para o vicio

o vicio não atrapalha muito minha vida, ao contrário, pq sem pornografia, acabo gastando muito dinheiro com garotas de programa. A esposa não me dá, nem de perto, a frequencia sexual q meu pinto pede. Então acabo caindo nesta merda. Não afirmaria que o vicio resultou em EP, pode ser, mas não acredito. Agora, realmente, saudavel não deve ser, deve fazer um pouco ruim p cabeça mesmo

esse lance de mulher eh foda... minha ex era um furacão na cama... a gente parecia tele-sena...de hora em hora saia pra dar uma...
confesso q até esquecia minha EP com ela .... infelizmente por motivos de "incompatibilidade" (logicamente nao na cama) acabamos largando ...

Hj estou com outra menina q me da mttttt tesao (tanto qto minha ex) mas ela faz sexo só 1 vez por semana e olha la... e nessa 1x fica mt dificil de controlar o orgasmo pq o cerebro fantasia muitas coisas eu acho...
estou tomando somente um viagra generico antes da metida pois se nao conseguir segurar a primeira ... pelo menos eu tenho a redenção na segunda... apesar q com essa menina é difícil ter a segunda

robertoalves23

Mensagens : 36
Data de inscrição : 12/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

FREQUENCIA / ADRENALINA / CORTISOL

Mensagem por CAFSTO em Ter Ago 23, 2016 2:33 pm

meu velho robertoalves23!

Neste quesito minha historia é bem parecida. Com uma antiga namorada eu trepava com muita frequência, então a EP diminuía bastante, atrapalhava mais na primeira bimbada, nas outras ia razoavelmente bem, além de que essa mina gozava rápido.

Engraçado que a frequência sexual quando alta, principalmente com a mesma mina, melhora a EP. Mas a alta frequência de punheta não melhora, nem porcaria de exercícios, se for alone, duvido q alguma porra de exercício na punheta ajude, papo furado, start stop o kct, já passei horas e horas adiando a gozada vendo um filme atras do outro na minha adolescência.

Hoje to igual a vc, relacionamento estável, mulher difícil p gozar e só uma bimbadinha por semana. Segunda, sem chance com ela. Chata neste quesito, mas não choro não, me viro com as pervas. Então, eu tento aproveitar essa unica bimbadinha por semana: meio viagra, dapoxetina ou paroxetina 4 horas antes e lidial ou lidocaína, sem dó, dentro da camisinha. Pq se eu não for bem nessa unica chance na semana, tenho q gastar 1500 reais na semana comendo putas gatas e caras p recuperar minha auto estima kkkkk

Um detalhe, quando eu acho uma puta q me agrada com papo bacana e tal, minha performance costuma ser melhor, pq tenho pouca preocupação em agradar, então, menos adrenalina. Cara! Eu acho que minha questão é a maldita adrenalina, cortisol, alguma coisa relacionada...

MUDANDO UM POUCO DE ASSUNTO, mas tvlz tenha relação para encontrarmos a raiz do problema!

Vcs tem problema em falar em publico? Pegar o microfone e falar diante de uma platéia? Vai de boa? Estive pensando que essa maldita adrenalina jogada no sangue nesses momentos só servem p fuder o caba. Estive fazendo testes com BetaBloqueadores sem sucesso para meter ou falar em publico. Uma taça de vinho ajuda em ambos, mas ajuda pouco...
avatar
CAFSTO

Mensagens : 44
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Novo Broxa em Ter Ago 23, 2016 3:52 pm

CAFSTO escreveu:meu velho robertoalves23!

Neste quesito minha historia é bem parecida. Com uma antiga namorada eu trepava com muita frequência, então a EP diminuía bastante, atrapalhava mais na primeira bimbada, nas outras ia razoavelmente bem, além de que essa mina gozava rápido.

Engraçado que a frequência sexual quando alta, principalmente com a mesma mina, melhora a EP. Mas a alta frequência de punheta não melhora, nem porcaria de exercícios, se for alone, duvido q alguma porra de exercício na punheta ajude, papo furado, start stop o kct, já passei horas e horas adiando a gozada vendo um filme atras do outro na minha adolescência.

Hoje to igual a vc, relacionamento estável, mulher difícil p gozar e só uma bimbadinha por semana. Segunda, sem chance com ela. Chata neste quesito, mas não choro não, me viro com as pervas. Então, eu tento aproveitar essa unica bimbadinha por semana: meio viagra, dapoxetina ou paroxetina 4 horas antes e lidial ou lidocaína, sem dó, dentro da camisinha. Pq se eu não for bem nessa unica chance na semana, tenho q gastar 1500 reais na semana comendo putas gatas e caras p recuperar minha auto estima kkkkk

Um detalhe, quando eu acho uma puta q me agrada com papo bacana e tal, minha performance costuma ser melhor, pq tenho pouca preocupação em agradar, então, menos adrenalina. Cara! Eu acho que minha questão é a maldita adrenalina, cortisol, alguma coisa relacionada...

MUDANDO UM POUCO DE ASSUNTO, mas tvlz tenha relação para encontrarmos a raiz do problema!

Vcs tem problema em falar em publico? Pegar o microfone e falar diante de uma platéia? Vai de boa? Estive pensando que essa maldita adrenalina jogada no sangue nesses momentos só servem p fuder o caba. Estive fazendo testes com BetaBloqueadores sem sucesso para meter ou falar em publico. Uma taça de vinho ajuda em ambos, mas ajuda pouco...

Rapazes a minha história tbm é parecida... A mina que estou atualmente gosta de fuder sempre, fica no máximo 5 dias sem porque tá menstruada, então de 2 em 2 dias a gente transa e eu consigo ter uma performance boa, tomo por semana apenas 40mg de paroxetina, as vezes quando a libido cai mando meio comprimido de sildenafila e é só alegria, agora se eu ficar uns 4 dias sem transar ai percebo que eu gozo mais rapido. É o tal negocio, frequencia sexual alta, muitas vezes cheguei até a esquecer a ep.
Agora este problema de falar em publico eu tinha antes, na faculdade mesmo pqp, fazia de tudo pra não falar, mas no geral eu sou um cara tranquilo, o que eu percebo disso tudo é que quando estamos relaxado, não temos EP, EX: bebado, efeito de ant-depressivos, na segunda transa do mesmo dia. Tem tudo a ver com adrenalina baixa.

Novo Broxa

Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Luiz. em Ter Ago 23, 2016 5:26 pm

Adrenalina tem muito a ver com o processo ejaculatório. Há receptores alfa 1 adrenérgicos em todo aparado sexual masculino

Luiz.

Mensagens : 362
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Novo Broxa em Ter Ago 23, 2016 5:44 pm

Acho que uns dos betabloqueadores mais comuns que ajuda a combater os efeitos da alta adrenalina é o "Propranolol" que é usado especialmente por pessoas que ficam nervosas diante do público, com o objetivo de melhorar o controle das ações físicas e diminuir a ansiedade, teria que testar, mas pelo que sei é um medicamento controlado, não sei os efeitos colaterais.

Novo Broxa

Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por robertoalves23 em Ter Ago 23, 2016 6:39 pm

algo em comum entre nós. ...
tenho problemas para falar em publico ... mas o meu problema são os minutos iniciais... depois eu viro um papagaio.
um gde exemplo eh apresentacao da minha mono na faculdade anos atras.... foi um BAQUE começar a falar... mas depois q eu vi q sabia tudo que estava falando ali no momento me senti o foda das galaxias e falava sem parar...sem gaguejar ... a ponto de argumentar com professores da banca

robertoalves23

Mensagens : 36
Data de inscrição : 12/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Luiz. em Ter Ago 23, 2016 7:17 pm

Beta bloqueadores costumam causar impotência... Acho que o mais recomendado são os alfa bloqueadores adrenérgicos... A terazosina e a tansulosina são bons exemplos... Adiantam em 50% dos casos de E.P

Luiz.

Mensagens : 362
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Luiz. em Ter Ago 23, 2016 7:23 pm

Aliás, compra sem receita

Luiz.

Mensagens : 362
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por ajastef007 em Dom Dez 04, 2016 2:06 am

Quando moleque eu comecei minha vida sexual me masturbando MUITO! Isso me levou a EP infelizmente! Eu usei muitos remédios! Mas não funcionou comigo. Pessoal, eu cheguei a experimentar muita coisa dessas, e fiz até tratamento psicológico! Nada deu certo. Mas eu dei um jeito na minha EP. Tem dois anos que eu consegui um meio pra ter a vida sexual que eu sempre sonhei desde moleque! Vou contar aqui pra ajudar vocês. Eu tinha medo de fazer sexo, porque toda vez eu não conseguia durar mais de 2 minutos dentro sem gozar. Cresci assim e nunca consegui me relacionar com mulher nenhuma. Mas, há 2 anos atrás a minha vida mudou completamente quando eu conheci um produto numa viagem aos EUA. Um amigo me ofereceu o produto, e quando eu fui experimentar com uma profissional de lá. Mal podia acreditar que eu consegui ficar 10 minutos transando com ela em cima de mim! SEM GOZAR! Eu pela primeira vez na minha vida experimentei a sensação de pedir pra uma mulher mudar de posição pra eu continuar metendo forte. C***lho! Sentindo todo aquele prazer de tá comendo uma mulher sem ta com medo de me borrar todo antes da hora, me sentindo homem como NUNCA. Depois mais 5 minutos com ela de quatro e depois uns minutos mais de um franguinho assado que eu nem fazia ideia de como era delícia! Putz! Aí, já meio quebrado, eu forcei até o fundo dela, e foi que veio aquela vontade de gozar!! Gozei! Quando EU QUIS gozar! Se vocês quiserem experimentar, fica a dica. O produto chama Stud 100. Um spray que anestesia o pau, mas não tira o prazer. É muito top! Já uso há dois anos e não largo!!! Fiz tratamento, gastei grana pra C***lho e nada deu certo! Fui resolver o meu problema com um pequeno frasco MILAGROSO que me fez hoje o homem seguro que sou hoje pra encarar até duas de uma vez se pintar hehe! Compro no site da Stud 100 Brasil www(PONTO)stud100brasil(PONTO)com(PONTO)br.  (Copiem e troquem (PONTO) por um "  .  " normal). O pessoal lá é massa! Muito discretos! Falem com o Alexandre no zap (91) 99212-0917, o consultor gente boa que sempre me atende. Eles também vendem no Mercado Livre neste link produto(PONTO)mercadolivre(PONTO)com(PONTO)br/MLB-688840330-stud-100-original-spray-retardante-contra-ejaculaco-precoce-_JM. Valeu pessoal. Essa é minha história e minha dica pra vocês se livrarem disso também e ter um sexo blz com a mulherada hehe.

ajastef007

Mensagens : 18
Data de inscrição : 02/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por dec2017 em Sab Dez 02, 2017 3:49 pm

Luiz. escreveu:Uma coisa é você combater a excessiva sensibilidade da glande para durar mais, a outra é controlar sua própria excitação, o que pode disparar o processo ejaculatório.
Fiquei muito tempo sem ver pornografia e, quando voltei a ver, foi ejaculação precoce na certa. Eu não sei se uma exposição maior a pornografia adiantaria pra "tirar a sensibilidade do cérebro" ou diminuir a excitação. O que é dito em sites pela internet é que se recomenda a suspensão do consumo da pornografia... E, realmente, sem a pornografia, a masturbação dura muito mais, mesmo se você só imaginar as cenas de um filme porno ou do que você já viveu - o estimulo visual é muito forte. Às vezes, penso que meu problema não é ter conseguido arrumar uma namorada, e assim ter uma vida sexual regular... Lembro-me da minha ultima tentativa de namoro em que tive transas bem-sucedidas, isto depois de ter "errado" muito com ela... Algumas indagações: O sexo real e a pornografia se equivalem? Quais os fatores pesam pra melhor ou pra pior quando se tem uma parceira, o que se diferencia da pornografia?
Gostaria de saber a opinião de quem tem E.P e está num relacionamento estável... Não há alguma vitória ou vantagem em quem é solteiro e tem E.P?

Luiz, eu já tive vício em pornografia. A única coisa que ela me proporcionou foi disfunção erétil aos vinte e poucos anos. Hoje, felizmente não assisto mais. Existe um cientista chamado Gary Wilson que mantém um site chamado your brain on porn. É um site interessante com muitas coisas que parecem fazer bastante sentido. Não recomendo pornografia a ninguém.

dec2017

Mensagens : 5
Data de inscrição : 02/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pornografia e E.P - Minha experiência

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum